O leão do imposto de renda está chegando

O leão do imposto de renda está chegando

Sempre nos últimos dias de fevereiro é a mesma coisa… a Receita Federal libera – na verdade hoje (26/02) foi disponibilizado – o download do programa e aplicativo do imposto de renda. Depois de uns dias se inicia a corrida de entrega aos que tem a restituir ou pagar imposto.

Bem, mas para que a declaração seja feita, o programa ou app deve ser baixado. Se você ainda não fez o download, aproveite e clique aqui.

Agora, se você tem um computador que roda Windows, sem grandes problemas. Já quem tem MAC (download aqui) pode ter alguma surpresa para conseguir rodar o programa. Veja abaixo o que fazer:

Depois de fazer o download clicando em Programa IRPF 2018, será disponibilizado o arquivo IRPF2018-v1.0.dmg.

IRPF

Depois que esse arquivo é executado, é possível que apareça uma mensagem informando que o desenvolvedor não é confiável, ou seja, a fonte não é a Apple.

Para resolver isso, é necessário alterar a permissão do arquivo. É bem fácil:

  • Preferências do Sistema;

IRPF

  • Segurança e Privacidade:

IRPF

  • Na estrutura Geral, clique em App Store e desenvolvedores identificados ou escolha a opção Qualquer lugar.

Não se esqueça de atualizar também o Java da sua máquina. Essa informação está no site da Receita, ou seja, é realmente necessário para que o programa funcione corretamente. Para baixar a versão mais atual, clique aqui. É possível encontrar a versão para Windows como também MAC.

Microsoft diz que atualizações deixaram computadores mais lentos

Microsoft diz que atualizações deixaram computadores mais lentos

A Microsoft disse nesta terça-feira que as atualizações lançadas para proteger equipamentos contra as ameaças de segurança Meltdown e Specter retardaram alguns computadores e servidores pessoais, com sistemas de processadores antigos da Intel que tiveram uma diminuição notável no desempenho.

As atualizações de segurança também congelaram alguns computadores que executam chip da AMD, afirmou a Microsoft em seu site, citando reclamações de clientes.

A ação da Intel, que reiterou nesta terça-feira que não viu nenhum sinal de lentidão significativa nos computadores, caiu 1,4 por cento, enquanto a da AMD recuou quase 4 por cento.

Os papéis da AMD subiram quase 20 por cento na semana passada, conforme investidores especularam que a fabricante de chips poderia ganhar fatia de mercado da Intel, cujos chips estavam mais expostos às falhas de segurança.

“Descobrimos essa vulnerabilidade no âmbito do acordo de não divulgação há vários meses e imediatamente começamos a desenvolver soluções de engenharia e atualizações para nossa infraestrutura em nuvem”, escreveu o executivo da Microsoft, Terry Myerson.

Pesquisadores de segurança revelaram as falhas em 3 de janeiro que afeta quase todos os dispositivos informáticos modernos que contêm chips da Intel, AMD e ARM Holdings.

Meltdown e Specter são duas falhas de memória que podem permitir que hackers ignorem sistemas operacionais e outros softwares de segurança para roubar senhas ou chaves criptografadas na maioria dos modelos de computadores, telefones e servidores baseados em nuvem.

Fonte: Reuters

Microsoft atualiza Windows 10 com ferramentas de realidades aumentada e virtual

Microsoft atualiza Windows 10 com ferramentas de realidades aumentada e virtual

A Microsoft vai atualizar o Windows 10 para permitir que a última geração de aparelhos que usam o sistema operacional aproveitem as realidades aumentadas e virtuais, dentre uma gama de novas ferramentas, disseram executivos nesta sexta-feira.

A atualização, a quarta até agora, será oferecida a partir de 17 de outubro para clientes do Windows 10, que opera em mais de 500 milhões de dispositivos no mundo, disse a empresa.

A Microsoft também anunciou planos de várias de fabricantes de computadores e aparelhos de realidade virtual para introduzir novos dispositivos para empresas, consumidores e videogames projetados para aproveitar os chamados recursos de “realidade mista” na versão do software que será lançada em outubro.

“Estamos permitindo o mergulho em uma nova realidade”, disse vice-presidente e responsável pelo Windows Tery Myerson, em discurso na feira de eletrônicos do consumo IFA em Berlim.

A Microsoft planeja usar os recursos primeiro em jogos de videogames avançados que usam dispositivos de realidade virtual, e depois em aplicativos de negócios, disseram executivos.

O movimento acontece à medida que gigantes de tecnologia inlcuindo Google, Amazon, Apple, Facebook e Baidu ampliam desenvolvimento de realidade aumentada, juntamente com serviços de inteligência artificial e nuvem na próxima geração de computadores.

A atualização reduz para cerca de 10 minutos a configuração de óculos de realidade virtual, que demoraria de duas a três horas, e ajuda a diminuir o preço dos dispositivos, em um passo para tornar essa tecnologia mais acessível, disse a empresa.

O Windows 10 também oferece o “Game Mode”, que permite que jogadores de videogame direcionem toda a capacidade de processamento dos computadores para o que estiverem jogando, como se fosse um console do Xbox.

Fonte: http://br.reuters.com/