Mod que vem do inglês modify, é o termo usado para se referir ao que diz respeito a alterações de hardwares ou softwares em computadores. Mas, por que as pessoas fazem modificações? Tome, por exemplo, o caso de editores profissionais de vídeo que, afim de melhorar a qualidade de imagem e tornar mais ágil o salvamento dos materiais, realizam mudanças nos computadores, como instalação de uma placa de vídeo melhor e um SSD potente. Se as mudanças foram feitas pelos próprios editores, eles poderiam ser considerados modders.

Esse não é o único caso em que modificações acontecem. Existem algumas modalidades diferentes, e algumas pessoas tornam-se fãs de tipos específicos como: overclocking, que aumenta a frequência na qual a CPU opera; Case Modding, que envolve a personalização de um gabinete do computador; e Modding de jogos, que são alterações em um jogo existente, por meio de programação e realizada por entusiastas, como adicionar novas fases e acessórios.

No caso do modding de jogos, existem streamers que se dedicam a encontrar e zerar mods de games famosos, como uma forma de diversão. Versões de Mario Bros, Zelda, Pokémon e outros jogos antigos com fases mais difíceis, situações diferentes ou textos alterados são procurados pelos fãs desse tipo de modificação.

Além disso, alguns jogos famosos, que possuem campeonatos e são mundialmente conhecidos, surgiram de mods. É o caso do Counter Strike, que surgiu de uma modificação de jogo de FPS Half Life, ou o caso do moba Dota, que foi criado a partir de um mod de Warcraft, da Blizzard.

Ainda nesse universo dos jogos, muitos gamers de PC se tornam modders. Isso porque, na busca por uma melhor jogabilidade e um setup perfeito, jogadores fazem alterações em gabinetes, ou até mesmo montam um do zero, instalando peças, sistemas de resfriamento e, até mesmo, luzes de led.

Portanto, nem todo gamer é modder e nem todo modder é gamer, como é o caso de alterações para usos profissionais. Mas, no caso dos gamers de PC, a maioria se torna modder em algum momento, seja na modificação de CPUs ou até mesmo na programação de mudanças em jogos existentes.

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

Share This