Recursos do Google para acompanhar a Copa do Mundo Feminina da FIFA

Recursos do Google para acompanhar a Copa do Mundo Feminina da FIFA

Durante o Google for Brasil, o diretor de Engenharia do Google Brasil, Berthier-Ribeiro Neto relembrou durante o evento os recursos e ferramentas que foram desenvolvidas a partir do Escritório de Engenharia do Google na América Latina, localizado em Belo Horizonte.

Esta é a primeira vez que o Google disponibiliza uma experiência dedicada à Copa do Mundo Feminina da FIFA, permitindo acompanhar em tempo real as partidas, além de conferir uma timeline com fotos, comentários, escalações, minuto a minuto de cada jogo, notícias, entre outros.

Classificação ao vivo na Busca

A funcionalidade mostra, em tempo real, a tabela de classificação no campeonato, de acordo com os placares dos jogos que estão acontecendo naquele momento. Além disso, os usuários podem acompanhar os resultados das últimas cinco partidas de cada equipe.

Assine os jogos do seu time

Você também pode se inscrever para receber notificações e atualizações sobre seu time favorito pesquisando na Busca do Google e tocando em “Seguir”.

Três placares ao mesmo tempo na tela do celular

Recém-lançada, a ferramenta possibilita acompanhar até três placares em tempo real diretamente na tela do celular Android. Para isso, é preciso pesquisar a partida, clicar e arrastar para fixar o placar em qualquer lugar da tela.

Assista os melhores momentos direto da Busca

Confira destaques em vídeos quase em tempo real (gols, melhores momentos, etc.) e link para o site da emissora que exibirá os jogos. A ação estará disponível no Brasil, com vídeos transmitidos pela TV Globo.

Entrevistas em vídeo

Você pode acompanhar Formiga e outras jogadoras do Brasil por meio do Cameos, ferramenta que permite ver vídeos na Busca. Para o evento que começa amanhã, jogadoras gravaram pequenas entrevistas respondendo às perguntas mais feitas pelos usuários da Busca. Esse recurso está disponível em todo o mundo para desktop, mobile e no aplicativo do Google para Android e iOS.

Fonte: Google Discovery

As buscas que marcaram 2018

As buscas que marcaram 2018

 

Kids

 

No final de 2018, o Google anunciou os resultados das buscas do ano, oferecendo uma perspectiva das tendências e destaques do ano baseado nas pesquisas feitas no Brasil.

Buscas

  1. Copa do Mundo
  2. Big Brother Brasil
  3. Eleições 2018
  4. Jair Bolsonaro
  5. Horário de Brasília
  6. Greve dos caminhoneiros
  7. Luiz Inácio Lula da Silva
  8. Fernando Haddad
  9. Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018
  10. Stan Lee

Como fazer

  1. Como fazer slime?
  2. Como fazer figurinhas no Whatsapp?
  3. Como fazer gasolina?
  4. Como fazer crepioca?
  5. Como fazer perguntas no Instagram?
  6. Como fazer bacalhau?
  7. Como fazer declaração de Imposto de Renda 2018?
  8. Como fazer kefir?
  9. Como fazer guacamole?
  10. Como fazer pipoca doce?

O que é

  1. O que é fascismo?
  2. O que é intervenção militar?
  3. O que é lúpulo?
  4. O que é o Ursal?
  5. O que é Corpus Christi?
  6. O que é chaira?
  7. O que é afonia?
  8. O que é momo?
  9. O que é Encceja?
  10. O que é tuberculose ganglionar?

Por quê?

  1. Por que a guerra na Síria?
  2. Por que votar no Bolsonaro?
  3. Por que ou porque?
  4. Por que não pode comer carne na Sexta-feira Santa?
  5. Por que Ibrahimovic não foi convocado?
  6. Por que não votar em Bolsonaro?
  7. Por que Nadja foi expulsa de A Fazenda?
  8. Por que a série Lúcifer foi cancelada?
  9. Por que o Amoedo não participa dos debates?
  10. Por que quarta-feira de Cinzas?

Acontecimentos

  1. Copa do Mundo
  2. Eleições 2018
  3. Greve dos caminhoneiros
  4. Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018
  5. Campeonato brasileiro
  6. Prisão do Lula
  7. Horário de verão
  8. Caso Vitória
  9. Enem 2018
  10. Julgamento do Lula

Celebridades

  1. Sylvester Stallon
  2. Pabllo Vittar
  3. MC Loma
  4. Meghan Markle
  5. Roger Waters
  6. Letícia Almeida
  7. Douglas Sampaio
  8. Tata Amaral
  9. Cristiane Machado
  10. Priscila Tossan

Séries

  1. A Casa do Papel
  2. Elite
  3. Riverdale
  4. Lúcifer
  5. Os 100
  6. O Mecanismo
  7. O bom doutor
  8. 3%
  9. Westworld
  10. Escândalo

Programas de TV e novelas

  1. Big Brother Brasil
  2. Segundo Sol
  3. O Outro Lado do Paraíso
  4. Deus Salve o Rei
  5. A Fazenda
  6. O Tempo não Pára
  7. The Voice Brasil
  8. As Aventuras de Poliana
  9. Orgulho e Paixão
  10. Tempo de Amar

Tecnologia

  1. Motorola One
  2. iPhone X
  3. Zenfone 5
  4. Moto G6
  5. Moto G5
  6. Galáxia J7
  7. Galaxy J4
  8. Galaxy J5
  9. Sarahah
  10. iPhone 8 Plus

Esportistas

  1. Kylian Mbappé
  2. Philippe Coutinho
  3. Henrique Dourado
  4. Mohamed Salah
  5. João Miranda
  6. Roberto Firmino
  7. Alisson Becker
  8. Douglas Costa
  9. Luka Modric
  10. Lyoto Machida

Times da série A

  1. Flamengo
  2. Palmeiras
  3. Corinthians
  4. São Paulo
  5. Grêmio
  6. Vasco da Gama
  7. Cruzeiro
  8. Santos
  9. Internacional
  10. Atlético Mineiro

Mortes

  1. Stan Lee
  2. Avicii
  3. Mr. Catra
  4. XXXTentation
  5. Marielle Franco
  6. Nara Almeida
  7. Vitória Gabrielly
  8. Mac Miller
  9. Eduardo Carneiro
  10. Anthony Bourdain

Virou meme

  1. Que Tiro Foi Esse
  2. Fábio Assunção
  3. É verdade esse bilhete
  4. Jair Bolsonaro
  5. Neymar Jr.
  6. Copa do Mundo
  7. Dia do Amigo
  8. Lula
  9. Pikachu
  10. Akon

Filmes

  1. A Freira
  2. Deadpool 2
  3. Pantera Negra
  4. Vingadores: Guerra Infinita
  5. Veneno
  6. Rapsódia boêmia
  7. Um Lugar Silencioso
  8. Nasce uma Estrela
  9. Os Incríveis 2
  10. Cinquenta Tons de Liberdade

Música (Letras)

  1. Era uma Vez
  2. Que Tiro Foi Esse
  3. Dona Maria
  4. Vai Malandra
  5. O Sol
  6. Rapsódia boêmia
  7. Mostra Tua Força, Brasil
  8. Notificação Preferida
  9. Mulherão da Porra
  10. Ousado Amor

 

 

YouTube adiciona filmes gratuitos com suporte a publicidade

YouTube adiciona filmes gratuitos com suporte a publicidade

Kids

 

Em um novo esforço para brigar de frente com Netflix e Prime Vídeo, o YouTube adicionou cerca de 100 filmes em sua plataforma que podem ser assistidos gratuitamente.

De acordo com a AdAge, os títulos vão de super clássicos como “Rocky” e “O Exterminador do Futuro”, além de outros como “O Zelador Animal”, “O Agente Teen” e “Legalmente Loira”, entre outros.





YouTube está exibindo anúncios durante os filmes gratuitos, contudo, a reportagem afirma que a empresa está aberta a oferecer outros modelos de publicidade com os anunciantes, como patrocínios ou exibições exclusivas.

Para Tal Chalozin, diretor de tecnologia da Innovid, o YouTube tem uma vantagem sobre os rivais na publicidade digital por causa de sua capacidade de segmentar anúncios e todos os dados do Google.

“Ela pode oferecer um produto de publicidade semelhante à TV, apoiado apenas na segmentação e na medição on-line”, diz.

No Brasil, por enquanto, os filmes mencionados ainda apresentam custo ao consumidor.

 

Ouça as últimas notícias pelo Google Assistente

Ouça as últimas notícias pelo Google Assistente

Kids

 

O Google anunciou recentemente a chegada de uma nova função que permite ouvir as principais notícias do dia pelo Google Assistente.

“Notícias nos acompanham em vários momentos do nosso dia, seja assistindo a um noticiário ou lendo um artigo de jornal. Para ajudar você a estar sempre informado em qualquer situação e ficar por dentro do que está acontecendo a qualquer hora do dia, você agora também pode ouvir as principais notícias do dia pelo Google Assistente”, publicou o Google.

A novidade, criada em parceria com a CBN, Estadão, Jovem Pan, Litoral FM, O Globo, Rádio Globo, Veja e Terra, está disponível a partir de hoje em celulares com sistema operacional Android e iOS.

Basta dizer “Ok, Google, ouvir as últimas notícias” para o Google Assistente e você poderá ouvir as principais notícias do dia no seu celular. Você pode, ainda pedir notícias de uma fonte específica entre os veículos parceiros, como “Ok, Google, ouvir as últimas notícias do [Veículo]”.

No Brasil, desde que o Google lançou o novo Google Notícias em maio deste ano, o país já é um dos cinco países com mais usuários diários ativos. O Brasil também é o terceiro país mais ativo no Google Assistente para smartphone.

Além disso, segundo a empresa, o português brasileiro o segundo idioma mais usado no Assistente em smartphones.

 

google assistente noticias - Ouça as últimas notícias pelo Google Assistente

 

Google Arts & Culture incorpora passeios virtuais pela cultura afro-brasileira

Google Arts & Culture incorpora passeios virtuais pela cultura afro-brasileira

Kids

 

Google Arts & Culture anunciou a disponibilidade do material disponível do Museu Afro Brasil (MAB), localizado no Pavilhão Padre Manoel da Nóbrega, no parque de São Paulo, o Ibirapuera.

O espaço, de 11 mil m², conta com um acervo com mais de 6 mil obras produzidas entre o século XVIII e os dias de hoje. Sua chegada ao Google Arts & Culture celebra o dia da Consciência Negra (20) e permite mergulhar no acervo sobre cultura afro-brasileira.

 

O Maracatu e o Guerreiro de Alagoas: festividades afro-brasileiras

 

As exposições traçam um panorama histórico do Maracatu, criação negra pernambucana e uma das mais coloridas festividades carnavalescas do país, e do Auto dos Guerreiros, uma representação teatral popular ao ar livre oriunda do Estado de Alagoas.

Além de conhecer mais o contexto histórico, os amantes de história e moda podem conhecer mais sobre a influência negra nesse segmento por meio do projeto We Wear Culture, que mostra as histórias por trás do que vestimos.

O trabalho reúne mais de 450 itens digitalizados das mostras do Maracatu, das Irmãs da Boa Morte e dos Panos e Tapas.

O Google Arts & Culture ainda permite que o público confira exposições que não estão mais disponíveis no MAB. Confira:

 

Espíritos da África – os Reis Africanos

 

A exposição “Espírito da África – os Reis Africanos”, do fotógrafo austríaco Alfred Weidinger, traz retratos de reis e chefes contemporâneos de diversas partes do continente africano. As fotografias foram capturadas nos anos de 2012 e 2013.

 

Arte, Adorno, Design e Tecnologia no Tempo da Escravidão

 

A exposição, mostra o grande repertório de tecnologia trazido pelos povos africanos desde os primórdios da colonização brasileira. Africanos escravizados e seus descendentes foram os principais responsáveis pela realização de trabalhos que estão na base da sociedade brasileira tal como ela é hoje. Prensas, joias e moinhos fazem parte do acervo da mostra.

 

Música, cultura e resistência

 

Filha de militar de alta patente e de uma mulher escravizada alforriada, Francisca Edwiges Neves Gonzaga nasceu no Rio de Janeiro, em 17 de outubro de 1847. Desde muito cedo, a vocação para a música se manifestou, e, aos 11 anos, Chiquinha Gonzaga escreveu a primeira peça para uma festa de Natal. Sua paixão pela música e o seu protagonismo na história nacional estão na exposição Abram alas para Chiquinha Gonzaga: nasce uma pioneira.

Além da luta pelo sonho na música, a mostra traz a visão da “Maestrina Abolicionista”. A determinação e a coragem de Chiquinha a fizeram participar das grandes lutas sociais do seu tempo, das quais a principal era em prol da abolição da escravatura. A artista chegou a vender partituras de porta em porta para angariar fundos para a causa.

 

Na rua e para a rua: o nascimento do Frevo

 

Essa exposição do Paço do Frevo, em Recife, mostra mais sobre o ritmo e, em uma de suas seções, a influência da cultura negra na sua origem. Os capoeiras, negros escravizados, eram figuras obrigatórias à frente do conjunto das bandas – responsáveis pela origem do frevo como música -, gingando e piruetando.

Eram conhecidos por seus passos complicados e assobios agudos. Da capoeira, o frevo herdou a dança acrobática, transformada ao longo dos anos em diferentes tipos de passos.

Além dessas exposições, o Google Arts & Culture torna milhões de artefatos e obras, compartilhados por mais de 1500 museus, arquivos e instituições culturais parceiras, disponíveis para o mundo explorar inteiramente online e de graça.

O objetivo é a democratização da cultura, permitindo o acesso da população a todos os tipos de exposições, sejam elas nacionais ou internacionais.

 

 

O polêmico app do Google que permite que pais monitorem filhos em tempo real

O polêmico app do Google que permite que pais monitorem filhos em tempo real

BBC

 

Discussões sobre hiperconectividade, a idade certa para se ter um celular ou a segurança de crianças na internet não são exatamente uma novidade. Já há no mercado, inclusive, diversas ferramentas de controle parental no uso da tecnologia.

Mas, agora, um dos gigantes da internet resolveu entrar neste nicho e criou um aplicativo que tem dado o que falar.

O Google acaba de lançar, para “quase todos os países do mundo”, inclusive o Brasil, o Family Link – que, no ano passado, já havia sido disponibilizado nos Estados Unidos.

O aplicativo, para sistemas Android e iOS, permite ter um controle quase total do que as crianças fazem no celular, de ferramentas instaladas no aparelho aos horários em que ele é usado e até mesmo sua localização.

 

https://www.tecnologiafacilsa.com.br/dica/4-dicas-de-seguranca/

https://www.tecnologiafacilsa.com.br/geral/mudanca-no-chrome/

https://www.tecnologiafacilsa.com.br/dica/5-dicas-para-voce-aprender-aumentar-seguranca-do-celular/

 

 

Estes atributos, porém, têm colocado a questão: o controle prometido é excessivo?

 

Ajuda para ‘encontrar um equilíbrio’

 

O Family Link gera “dados de atividade que mostram quanto tempo seus filhos passam nos aplicativos favoritos”.

Assim, os pais podem aprovar ou bloquear instalações ou ainda adicionar diretamente aplicativos que considerem adequados.

 

polêmico

 

“Você decide o tempo adequado (de uso) para seus filhos”, afirma ainda a empresa.

O objetivo é ajudar as crianças “a encontrar um equilíbrio” – por exemplo, estabelecendo um horário para ir dormir e desligar o celular. Afinal, cientistas vêm apontando que o uso demasiado do dispositivo pode afetar a criatividade e a habilidade interpessoal.

“Cada vez que seja necessário um descanso”, é possível bloquear o uso do aparelho de maneira remota, promete o aplicativo.

 

Onde estão e o que buscam

 

Mas, talvez, a ferramenta mais polêmica do produto seja a que permite monitorar a localização da criança e o conteúdo de suas buscas na internet – através do acesso ao histórico de navegação.

“É útil saber onde seus filhos estão, onde quer que estejam. O Family Link pode ajudar a localizá-los, contanto que eles carreguem seus aparelhos com eles”, explica o Google.

Os pais também podem, remotamente e em tempo real, bloquear e desbloquear as páginas que as crianças podem ver.

Isto foi alvo de críticas por aqueles que consideraram uma forma de vigilância excessiva.

 

polêmico

 

Outros apontaram o limite de 13 anos de idade para este tipo de controle.

“Aos 13 anos, a criança ‘formada’, como o Google a chama, se liberta das restrições. Obtém as chaves do reino da internet e tudo de bom e ruim que vem com ela”, escreveu o correspondente de tecnologia do jornal americano The New York Times, Brian X Chen.

“Isso é terrível porque, à primeira vista, o Family Link tem tudo para ganhar. É gratuito, bem projetado e cheio de recursos úteis para regular o uso do smartphone”, explica o jornalista.

“No entanto, quase todos esses benefícios são prejudicados pela decisão do Google de permitir que as crianças removam as restrições no momento em que se tornam adolescentes”, acrescenta Chen.

O Google, no entanto, insiste que a responsabilidade no uso da internet pelas crianças é uma tarefa compartilhada com os pais.

“Queremos que as crianças explorem e se inspirem enquanto embarcam em sua própria aventura digital. No entanto, cada família pensa de forma diferente sobre o que seus filhos devem ou não fazer no celular”, disse a companhia em um comunicado.

BBC

 

Celulares e crianças: recomendações

 

Independentemente da sua escolha sobre aderir ou não às ferramentas de controle parental, veja abaixo outros conselhos que vão ao encontro deste objetivo:

 

  • Navegar juntos: Compartilhe momentos online com seu filho e converse com ele sobre o uso da tecnologia.
  • Filtros de conteúdo: Tenha em conta que eles são úteis, mas não bloqueiam todo o conteúdo perigoso.
  • Tempo equilibrado: Controle o tempo que se passa na internet e evite a dependência nas telas.
  • Cuidado com a privacidade: Mantenha uma relação de confiança com seus filhos.