Google Maps agora estima tráfego em tempo real e previsões de lotação para ônibus, trens e metrô

Google Maps agora estima tráfego em tempo real e previsões de lotação para ônibus, trens e metrô

O Google Maps anunciou a disponibilidade de dois novos recursos para ajudar os usuários a planejar melhor a viagem de transporte público.

Inicialmente, os usuários começarão a ver esses recursos em quase 200 cidades em todo o mundo, tanto no Android quanto no iOS. Confira:

Tráfego em tempo real para ônibus

A nova funcionalidade exibe em tempo real o tráfego de ônibus em locais onde não há informações ao vivo diretamente das agências de transporte locais.

Agora, o usuário pode ver se o ônibus chegará atrasado, quanto tempo de atraso e conferir o tempo de viagem de forma mais precisa com base nas condições de tráfego em seu trajeto.

Ainda será possível ver exatamente onde estão os congestionamentos no mapa, assim é possível planejar a viagem antes mesmo de entrar no ônibus. Em breve, o recurso deve começar a ser visto em cidades como Brasília, Recife e Salvador.

Previsões de aglomeração

O recurso disponibiliza previsões de lotação para ônibus, trem ou metrô,  baseado em histórico de viagens passadas.

Assim, é possível tomar uma decisão de esperar ou não mais alguns minutos por um veículo em que se tenha mais chances de conseguir um lugar. Em breve, a funcionalidade deve começa a aparecer para o usuário em cidades como São Paulo e Rio de Janeiro.

Tendências de lotação de trânsito de todo o mundo, de acordo com o Google Maps

As previsões de lotação vêm do feedback opcional diretamente das pessoas que usam o Google Maps.

Para saber mais sobre como os níveis de superlotação variam ao redor do mundo, o Google analisou relatórios agregados e anônimos de lotação de usuários do Google Maps de outubro de 2018 a junho de 2019 durante o horário de pico (das 6h às 10h) e identificou quais linhas têm o maior número de aglomerações.

Fonte: Google Discovery

Recursos do Google para acompanhar a Copa do Mundo Feminina da FIFA

Recursos do Google para acompanhar a Copa do Mundo Feminina da FIFA

Durante o Google for Brasil, o diretor de Engenharia do Google Brasil, Berthier-Ribeiro Neto relembrou durante o evento os recursos e ferramentas que foram desenvolvidas a partir do Escritório de Engenharia do Google na América Latina, localizado em Belo Horizonte.

Esta é a primeira vez que o Google disponibiliza uma experiência dedicada à Copa do Mundo Feminina da FIFA, permitindo acompanhar em tempo real as partidas, além de conferir uma timeline com fotos, comentários, escalações, minuto a minuto de cada jogo, notícias, entre outros.

Classificação ao vivo na Busca

A funcionalidade mostra, em tempo real, a tabela de classificação no campeonato, de acordo com os placares dos jogos que estão acontecendo naquele momento. Além disso, os usuários podem acompanhar os resultados das últimas cinco partidas de cada equipe.

Assine os jogos do seu time

Você também pode se inscrever para receber notificações e atualizações sobre seu time favorito pesquisando na Busca do Google e tocando em “Seguir”.

Três placares ao mesmo tempo na tela do celular

Recém-lançada, a ferramenta possibilita acompanhar até três placares em tempo real diretamente na tela do celular Android. Para isso, é preciso pesquisar a partida, clicar e arrastar para fixar o placar em qualquer lugar da tela.

Assista os melhores momentos direto da Busca

Confira destaques em vídeos quase em tempo real (gols, melhores momentos, etc.) e link para o site da emissora que exibirá os jogos. A ação estará disponível no Brasil, com vídeos transmitidos pela TV Globo.

Entrevistas em vídeo

Você pode acompanhar Formiga e outras jogadoras do Brasil por meio do Cameos, ferramenta que permite ver vídeos na Busca. Para o evento que começa amanhã, jogadoras gravaram pequenas entrevistas respondendo às perguntas mais feitas pelos usuários da Busca. Esse recurso está disponível em todo o mundo para desktop, mobile e no aplicativo do Google para Android e iOS.

Fonte: Google Discovery

Vulnerabilidade do WhatsApp – atualize agora seu aplicativo

Vulnerabilidade do WhatsApp – atualize agora seu aplicativo

Hoje, 14/05, foi disponibilizada uma atualização para iOS e Android.

O mensageiro mais popular da atualidade divulgou uma falha de segurança que faz com que dados das vítimas sejam acessados, ou seja, senhas, fotos, e-mails, entre outras informações. O spyware pode ser instalado no aparelho apenas por uma chamada telefônica.

Portanto, para ter a sua segurança aumentada, siga o procedimento abaixo e atualize seu smartphone ainda hoje:

No Android:

1) Abra o app Google Play Store;

2) Acesse o menu na parte superior esquerda da tela;

3) Entre em “Meus aplicativos e jogos”;

4) Se o WhatsApp tiver sido atualizado recentemente, o app vai aparecer em uma lista de aplicativos com um botão “Abrir”;

5) Já se o WhatsApp não estiver atualizado, o botão vai dizer “Atualizar”. Aperte para instalar a nova versão;

6) A última versão do WhatsApp para Android é 2.19.134.

No iOS:

1) Abra a App Store;

2) Na parte inferior da tela, aperte “Atualizações”;

3) Se o WhatsApp tiver sido atualizado recentemente, o app vai aparecer em uma lista de aplicativos com um botão “Abrir”;

4) Já se o WhatsApp não estiver atualizado, o botão vai dizer “Atualizar”. Aperte para instalar a nova versão;

5) A última versão do WhatsApp para iOS é 2.19.51.

(Procedimento retirado de bbb.com)

Fique atento às nossas dicas de seguranças. Mantenha sempre atualizado o antivírus do seu dispositivo.

WhatsApp muda para usuários de iPhone e deixa o app mais seguro

WhatsApp muda para usuários de iPhone e deixa o app mais seguro

 

Mudança, que era muito esperada, deixa o aplicativo mais seguro

 

Nessa semana o WhatsApp sofreu uma atualização que deixou contentes muitos usuários. Além de ter sido algo relacionado a segurança ( o que sempre é muito bom), também aumenta a privacidade dos milhões de usuários do mensageiro.

 

Whatsapp

 

Agora, para usuários de iPhone – sistema iOS – é possível configurar o touch iD (para aparelhos de modelos superiores ao iPhone 5S) que nada mais é do que o identificador de impressão digital.

Veja abaixo como habilitar a nova função:

1.Whatsapp

2.Whatsapp

3. Whatsapp

4.Whatsapp

5.Whatsapp

Uma vez sendo feito esse procedimento, o app passa a solicitar “senha” no próximo acesso. Se não for apresentada a impressão digital, virá a tela abaixo:

Whatsapp

 

E o que você achou dessa atualização? Deixe o seu comentário.

 

 

Spotify chega ao Apple Watch

Spotify chega ao Apple Watch

O aplicativo do Spotify finalmente chegou ao Apple Watch, embora essa versão provavelmente não seja tão completa como os usuários gostariam.

A nova versão do aplicativo Spotify permite controlar a reprodução de músicas do seu Apple Watch. Isso significa que você pode pausar, pular e escolher as músicas favoritas sem ter que pegar seu iPhone para fazer tudo isso.

O que você não consegue fazer, no entanto, é transmitir músicas do seu Apple Watch conectado à rede 4G. Você também não pode sincronizar músicas para reprodução off-line, o que significa que você precisa manter o seu iPhone por perto caso queira usar o Spotify. Você não poderá sair para uma corrida ou realizar uma outra atividade apenas com o relógio se quiser ouvir música via Spotify.

O aplicativo Wear do Spotify também não suporta a reprodução off-line. Apenas a versão do aplicativo para smartwatches Gear da Samsung faz isso.

Ao anunciar a versão Apple Watch , o Spotify prometeu que a reprodução offline chegará a versão Apple Watch do aplicativo, pois continuava a adicionar novos recursos. Não foi dito quando os usuários do Apple Watch podem aproveitar esse recurso.

Além de controlar a reprodução de músicas do aplicativo Spotify em seu telefone, o Spotify do Apple Watch também permite controlar a reprodução em dispositivos e alto-falantes compatíveis com Spotify Connect.

Os novos recursos do Apple Watch do Spotify estão embutidos na versão 8.4.79 do aplicativo Spotify atualmente disponível na iOS App Store da Apple .

Fonte: tomsguide

 

 

O novo Mac mini tem pegada de peso-pesado

O novo Mac mini tem pegada de peso-pesado

Desempenho cinco vezes mais rápido, processadores com seis núcleos, maior capacidade de memória, armazenamento totalmente flash e muito mais.

 

mac

O novo Mac mini tem desempenho cinco vezes mais rápido.

 

A Apple deu hoje um grande empurrão no desempenho do Mac mini. Agora com seis ou quatro processadores, memória mais rápida de até 64 GB e armazenamento flash ultrarrápido, o novo Mac mini tem desempenho cinco vezes mais rápido. Isso faz dele o Mac mini mais poderoso que já fizemos1. Ele é um desktop mais rápido e versátil e que pode fazer muito mais com suas portas Thunderbolt 3, o chip Apple T2 Security e Ethernet de 10 Gb opcional.

 

mac

O novíssimo Mac mini está mais poderoso do que nunca. Ele conta com processadores de quatro e seis núcleos, memória mais rápida de até 64 GB, armazenamento flash ultrarrápido, Thunderbolt 3, chip Apple T2 Security e Ethernet de 10 Gb opcional.

 

“O Mac mini é adorado pelos usuários por sua aplicação nas mais variadas situações – no dia a dia, em performances profissionais ao vivo, em conjunto para renderizar vídeo e compilar código de software, e em racks com milhares de unidades em torres de servidores de apps. Em qualquer lugar onde esse pequeno e poderoso Mac seja necessário”, afirma Philip Schiller, senior vice president of Worldwide Marketing da Apple. “Os usuários do Mac mini vão enlouquecer com o Mac mini novo. Ele tem desempenho mais de cinco vezes superior, processadores com até seis núcleos, chip Apple T2 Security, memória mais rápida de até 64 GB, armazenamento flash de alto desempenho e várias portas, incluindo quatro Thunderbolt 3, duas USB-A, vídeo HDMI, áudio e Ethernet de até 10 Gb/s. Todo esse poder está concentrado na mesma estrutura de antes, perfeita para os consumidores interessados em trocar pelo modelo mais recente ou criar instalações novas em que o Mac mini é a solução ideal.”

 

mac

Estudantes do Instituto de Artes da Califórnia usam o Mac mini para realizar performances ao vivo.

 

Cinco vezes mais rápido e mais poderoso do que nunca

 

O Mac mini tem desempenho cinco vezes mais rápido que a geração anterior graças aos processadores Intel Core de oitava geração de quatro e seis núcleos com velocidade de Turbo Boost de até 4,6 GHz e Intel UHD Graphics1. Ele agora voa nas tarefas tradicionais de desktop, como edição de fotos e vídeos, criação de música e desenvolvimento de software, além de arrasar em fluxos de trabalho profissionais, incluindo transcodificação de vídeo, compilação de código e apresentações musicais ao vivo. Agora, o Mac mini é capaz de carregar vídeos maiores, executar mais máquinas virtuais ou manipular bases de dados ainda maiores na memória de até 64 GB com 2666 MHz. Todos os modelos agora contam com a velocidade e a segurança do armazenamento flash. Com capacidade de até 2 TB, o SSD do Mac mini está até quatro vezes mais rápido – trabalhar com arquivos grandes e abrir apps está mais rápido do que nunca1.

 

 

mac

O Mac mini novo voa nas tarefas tradicionais de desktop e encara fluxos de trabalho profissionais com facilidade graças ao armazenamento flash e ao desempenho e memória mais rápidos.

 

 

 

O chip Apple T2 Security chega ao Mac mini

O chip Apple T2 Security leva a segurança de ponta para seu Mac mini. Ele conta com um controlador de SSD com codificação de dados em tempo real para armazenar tudo de forma automática e completamente criptografada. O Secure Enclave do T2 garante que o software carregado durante o processo de inicialização não foi manipulado. Ele também conta com transcodificação de vídeo HEVC até 30 vezes mais rápida para que os usuários profissionais trabalhem com mais rapidez e maior resolução de vídeo em todo o fluxo de trabalho1.

 

mac

O Mac mini agora conta com o chip Apple T2 Security, com codificação de dados em tempo real, inicialização segura e transcodificação de vídeo HEVC até 30 vezes mais rápida.

 

Maior desempenho na conexão com Thunderbolt e Ethernet de 10 Gb

O novo Mac mini tem quatro portas Thunderbolt, duas vezes mais que a geração anterior, cada uma com o dobro de desempenho. Ele pode se conectar com dispositivos de armazenamento de alta velocidade, monitores Thunderbolt 4K e 5K, com saída de vídeo em três formatos. O Mac mini também vem com uma porta HDMI 2.0, duas portas USB-A, um conector de áudio e Gigabit Ethernet para se conectar com quase tudo. Ele também conta pela primeira vez com Ethernet de 10 Gb como opcional para alcançar um desempenho de rede ultrarrápido.

 

mac

O Mac mini agora vem com outras opções de conexão mais rápidas para conectar com quase tudo, inclusive quatro portas Thunderbolt 3, uma porta HMDI 2.0, duas portas USB-A, conector de áudio e Gigabit Ethernet, além de Ethernet de 10 Gb, como opção de configuração.

 

Estrutura de alumínio 100% reciclado e menos emissões de carbono

Pela primeira vez, a estrutura do Mac mini novo usa uma liga desenvolvida pela Apple feita de alumínio 100% reciclado. Agora em cinza-espacial, ela apresenta a mesma resistência, durabilidade e bonito acabamento de todos os produtos Apple feitos de alumínio2. O Mac mini emprega mais plástico reciclado em peças como a base. Juntos, esses avanços ajudam a reduzir a emissão de carbono do Mac mini em aproximadamente 50%3.

 

mac

Os novos MacBook Air e Mac mini se juntam ao MacBook Pro, MacBook e iMac para compor a melhor e maior linha de Mac até hoje.

 

macOS Mojave

Todos os novos modelos de Mac vêm com o macOS Mojave, a versão mais recente do sistema operacional mais avançado do mundo para desktop, com recursos inspirados em como os melhores profissionais trabalham, mas que todos podem usar. No macOS Mojave, o Modo Escuro transforma o desktop com um visual envolvente, ajudando a manter o foco no conteúdo. O recurso Conjuntos organiza automaticamente a mesa de trabalho colocando arquivos em grupos relacionados. Apps conhecidos do iOS, como Bolsa, Gravador e Casa, estão disponíveis no Mac pela primeira vez. O FaceTime agora oferece chamadas em grupo, a Mac App Store está totalmente redesenhada e traz um grande conteúdo editorial e apps de grandes desenvolvedores, como Microsoft e Adobe.
Preços e disponibilidade
O novo Mac mini está disponível para pedidos em apple.com a partir de US$ 799 (nos EUA). Ele estará disponível na Apple Store e nos Revendedores Autorizados Apple nos Estados Unidos a partir de quarta-feira, 7 de novembro. Especificações adicionais, opções de configuração personalizada e acessórios estão disponíveis em apple.com/br/mac.

 

Fonte: Apple